Crise no mercado imobiliário: dicas para o corretor sentir menos os impactos

  04 de Janeiro de 2016    


A crise vivida pelo Brasil nos últimos tempos tem afetado diversas áreas da economia. E de fato, essa “turbulência” deixou a situação bem difícil para diversos setores da economia, especialmente dos bens mais valiosos, como é o caso do mercado imobiliário.

Essa desaceleração teve impacto direto no mercado que realiza compra e venda de imóveis. O número de lançamentos de casas ou condomínios sofreu uma queda considerável durante o ano. Além disso, a taxa básica de juros (Selic) aumentou, o poder aquisitivo da população está menor e os bancos estão muito mais rigorosos na hora de fazer concessão de financiamentos. Ronaldo Coelho Netto, vice-presidente do Secovi, afirma que “a procura caiu porque a condição econômica da população é instável, os índices de juros e desemprego aumentaram e a oferta de crédito diminuiu. Isso leva a população a ficar receosa e não investir com muita tranquilidade em imóveis próprios, como vinha fazendo”.

Porém, apesar dos milhares de pontos negativos, a crise é uma realidade que precisa ser enfrentada, então não a ignore de maneira alguma, mas estude a fundo a situação e pense em como lidar com tudo isso. Afinal, em situações difíceis como essas, se escondem grandes oportunidades de crescimento. Separamos algumas dicas para que você, que vive o dia a dia do mercado imobiliário, aprenda a se relacionar com a crise e ainda assim se sair bem no mercado. Confira!

Foque nos seus atuais clientes

Afinal, se a época está difícil, vai ser mais complicado alcançar clientes potenciais. Além disso, os seus atuais clientes já tem a sua confiança, e podem render ótimas indicações. Mesmo que eles não possam adquirir aquilo o que você tem para oferecer no momento, sempre peça a eles sugestões de pessoas que poderiam se interessar por suas ofertas.

Relacione-se

O relacionamento é a base de qualquer venda. Marque sua presença online (responda com prontidão, esteja sempre disposto a esclarecer as dúvidas de seus clientes) e também pessoalmente. Seja criativo e promova um encontro com seus clientes — claro, tudo isso sem ser inconveniente. Gerando essa interação, além de se aproximar do cliente, você começa a entender mais a fundo seus gostos e preferências, podendo oferecer-lhes melhores propostas de imóveis.

Ofereça algo novo

Em tempos de crise, sempre surge uma oferta de última hora, ou a possibilidade de uma condição única e especial. Aproveite para proporcionar isso ao cliente. Essa atitude vai fixar o relacionamento e criar confiança e credibilidade. Afinal, todo mundo ama uma boa oferta.

Faça uma boa administração de suas finanças

Se você sabe que é uma época complicada, procure reeducar seus hábitos financeiros. Adie gastos muito altos e desnecessários, e invista no aprendizado sobre finanças e mercado imobiliário para que, além de saber lidar com a crise, você esteja preparado para agir também em outras situações.

Em suma, tenha em mente que os tempos de crise mudam realmente os hábitos das pessoas, mas isso não significa que as compras não vão acontecer. Procure entender um pouco mais sobre a economia e siga adiante!

Gostou das dicas? Ainda tem dúvidas ou alguma experiência para compartilhar? Deixe seu comentário aqui no blog!


1 avaliações, média 5.0 de 5

Sobre o Imobilinks

O Imobilinks oferece em uma solução integrada site e sistema para corretores de imóveis e imobiliárias. Nossos modelos de site são otimizados para todos os dispositivos incluindo tablets, smartphones e SEO. Pelo sistema é possível exportar anúncios para diversos portais imobiliários e redes socias.

  Contato

Rio de Janeiro

Rua Marquês de São Vicente,
140 sala 302 - Gávea

  Horário de Atendimento

Segunda a Sexta: 9h00 as 18h00

  Siga-nos nas Redes Sociais