Corretor: como seus clientes buscam imóveis na internet?

  23 de Novembro de 2015    


Segundo uma pesquisa realizada pelo 
Google, atualmente mais de 90% das pessoas que pretendem comprar ou alugar algum imóvel, iniciam a busca pela internet e 60% do processo da decisão da compra ou locação acontece online.

Junto com essas informações, algumas questões vêm à tona: 
  • Como essas buscas são realizadas na internet?
  • Quais buscas esses potenciais clientes têm feito?
  • Qual é o perfil desses clientes? Faixa etária, sexo, dispositivos utilizados e etc?

1 - Como as buscas por imóveis são realizadas na internet?

Ao falarmos de busca na internet, a primeira coisa que vem em mente é o Google. Tudo começa no momento em que se digita o termo desejado na barra de buscas do Google. 95% das buscas por imóveis, procuram diretamente pela solução final 
(tipo de imóvel, metragem e/ou número de dormitórios e bairro ou rua), com esses dados concluímos que é muito raro alguém citar o nome de uma empresa na hora de buscar um imóvel no Google.

Por ex.: "Apartamento 2 quartos ipanema rio de janeiro"

imagem busca imóvel google

O Google retornará o resultado dos sites com mais relevância para essa a busca realizada e em geral, no caso de imóveis estarão:
Diante dessas opções, o cliente clicará em um dos link exibidos no resultado da busca e em seguida, iniciará o fluxo de interação do cliente com anúncio. 

Uma vez na página do anúncio, o cliente poderá visualizar as fotos do imóvel, descrição, características e etc. 
Quanto mais rica a descrição e melhor a qualidade das fotos, mais fácil será manter a atenção e engajamento do cliente com o anúncio.

Neste ponto, existem três caminhos possíveis:
  1. O cliente entrar em contato com o anunciante
  2. O cliente sair do site e ir para outro
  3. O cliente se manter no mesmo site e procurar por imóveis similares, seja por filtros ou recomendações do site

imagem resultado busca imóvel


Dicas para os corretores:

  • É fundamental ter um site do seu catálogo de imóveis. Mais do que isso, é de extrema importância que seu site seja responsivo e/ou possua uma versão mobile já que aproximadamente 30% de todas essas buscas serão realizadas por smartphones e tablets.

  • Utilize bons títulos para seus anúncios. Como já sabemos que "Apartamento 2 quartos ipanema rio de janeiro" possui uma estrutura de palavras  bastante comum, tente manter este padrão para o título de seus anúncios. Ex.: "Sala comercial 80m2 locação jardins sp" = "[Tipo do imóvel], [transação], [metragem], [bairro]". Evite utilizar títulos com chamadas como: OPORTUNIDADE, EXCELENTE, IMPERDÍVEL. Ninguém utiliza essas palavras na busca. Procure manter o título do anúncio o mais próximo de como você acredita que seus clientes irão digitar no buscador do Google.

  • Anuncie em portais imobiliários. Veja qual ou quais portais lhe oferecem o melhor custo benefício e anuncie constantemente. Os portais possuem um grande volume de conteúdo o que ajuda muito que sejam muito bem posicionados nas buscas das buscas. 

  • Se você quiser ir além, crie campanhas de Google Adwords. Se o seu site ainda não está bem posicionado nas buscas do Google, esta pode ser uma excelente alternativa para trazer visitantes. É possível criar uma campanha no Google Adwords para os termos desejados e seu site poderá aparecer no topo (entre os três primeiros resultados) da busca. Existem diversos tipos de campanha do Google Adwords, como PPC (pay per click) onde só se paga quando alguém clica no anúncio ou CPM onde se paga a cada mil impressões do anúncio.

  • O espaço virtual funciona muito bem somente para aqueles que sabem utilizar seu potencial. Há muitos corretores que simplesmente colocam anúncios de imóveis em portais variados na internet e ficam esperando que os clientes entrem em contato com sua imobiliária. Tais anúncios, muitas vezes, nem mesmo trazem fotos ou uma descrição adequada das casas ou apartamentos os quais estão sendo divulgados — o que faz com que o cliente que os visualiza perca o interesse muito mais rapidamente do que se imagina. Deste modo, além de preparar anúncios de ótima qualidade, você deve entender como os clientes chegam até seu website em busca de imóveis, e o que poderia fazer para aumentar essas visitas.

2 - Quais buscas eles têm feito?

Uma ferramenta que pode seu muito útil para ajudar a identificar quais são as buscas mais realizadas na internet é o Google Trends.
Com esta ferramenta você pode digitar uma busca e o Google informará a número de vezes que uma busca foi realizada ao longo do tempo. Isso pode ajudar a identificar oportunidades de negócio e entender melhor o mercado. Veja o gráfico abaixo:

3 - Qual é o perfil desses clientes?

Faixa etária:
Podemos ver em primeiro lugar a faixa dos 25 aos 34 anos, seguido dos 35 ao 44 anos de idade. Isso representa 60% do público que mais realiza buscas por imóveis na internet. O perfil do comprador de imóveis brasileiro está cada vez mais jovem e é preciso entender suas necessidades e o que eles priorizam na hora de comprar ou alugar um imóvel.

idade

Sexo:
  • 55,8% são mulheres
  • 44,2 são homens
Esta é uma informação importante já que homens e mulheres possuem preferências distintas por imóveis e homens são mais objetivos enquanto as mulheres são mais exigentes. Outro fator que pode explicar a participação mais ativa das mulheres na busca de imóveis, é que nas buscas feitas por casais, muitas vezes a mulher é responsável pela maior parte da pesquisa e o homem participa apenas em momentos pontuais.

sexo  

Dispositivo mais utilizado:
70% das visitas acontecem por meio de desktops e notebooks, 25,7% acontecem por meio de celulares e 4,3% acontece por meio de tablets. Note que a parcela de tablets e celulares correspondem a 39% do total das visitas. 
Cada vez mais, pessoas têm acessado sites e portais imobiliários, devido à maior facilidade de busca, em relação a meios tradicionais, como anúncios em jornais e procura por placas nas ruas. A pesquisa virtual é muito mais rápida. O consumidor pode buscar (o imóvel que deseja) por valor, por região, metragem ou se tem vaga de garagem. Tudo isso otimiza o tempo numa época em que as pessoas estão bastante ocupadas.

dispositivo


4- Conclusão

O consumidor do mercado imobiliário está muito mais conectado e informado. Ele passa 20 horas por semana na internet,  60% dos compradores já assistem a vídeos no YouTube para encontrar mais informações sobre imóveis, e estão cada vez mais exigentes. Eles têm usado cada vez mais os mecanismos de buscas para encontrar o imóvel dos sonhos, a um preço acessível, por meio de um fornecedor que tenha uma imagem positiva no mercado.

Você está preparado(a) para atender esses potenciais clientes? 

Clique no link abaixo e faça o download do relatório do comportamento do consumidor de imóveis na internet:


2 avaliações, média 5.0 de 5

Sobre o Imobilinks

O Imobilinks oferece em uma solução integrada site e sistema para corretores de imóveis e imobiliárias. Nossos modelos de site são otimizados para todos os dispositivos incluindo tablets, smartphones e SEO. Pelo sistema é possível exportar anúncios para diversos portais imobiliários e redes socias.

  Contato

Rio de Janeiro

Rua Marquês de São Vicente,
140 sala 302 - Gávea

  Horário de Atendimento

Segunda a Sexta: 9h00 as 18h00

  Siga-nos nas Redes Sociais